Domando uma mente inquieta

Algumas dicas e insights sobre como eu tenho gerenciado minha ansiedade no dia a dia. Desde que eu me lembro, eu tenho problemas para dormir. Horas e horas fritando na cama em busca da melhor posição, a cabeça ocupada com idéias, planos e tarefas do dia seguinte, alheia ao relógio que derrapa a cada segundo em direção ao amanhecer. Lentamente, a pressão de não estar adormecendo aumenta, me mantendo cada vez mais alerta... Eu acredito que meus problemas pra dormir se devam a mais de uma razão, a principal, ao fato de eu ser uma pessoa extremamente ansiosa e preocupada, e logo na sequência, aos péssimos hábitos que eu criei e reforcei ao longo dos anos, todas as vezes que ia pra cama. Era normal eu deixar pra fazer a minha "higiene mental" na cama. Na horizontal é que eu revisava o meu dia e começava a programar o próximo. Esse fluxo de pensamentos trazia mais pensamento e logo minha cabeça estava acesa e alerta, como se fosse meio dia, quando o relógio indicava meia noite. Desenvolver um entendimento dos tratos da minha personalidade foi e é fundamental para que eu consiga cada vez mais tomar as rédeas da minha mente e relaxar. É hora de uma boa olhada no espelho... Eu sou uma pessoa preocupada. Se eu tenho emprego eu me preocupo que o emprego vai acabar. Se eu não tenho emprego eu me preocupo quando vou conseguir um novo. Se tudo vai bem eu me preocupo quando a maré de sorte vai virar, e se tudo está mal... bom.. aí fodeu e a preocupação é geral. Eu tenho uma personalidade compulsiva. Por exemplo, eu não como um chocolate, ou uma colherzinha de sorvete. Pra mim é a caixa, o pote, a lata toda. Não existe uma "corridinha". Se eu corri 5km, na próxima vez eu vou querer correr 10km, 20km e por aí vai. Eu gosto de ser hiper estimulado mentalmente. Meu cérebro busca esse rush de adrenalina que eu sinto ao manter e gerenciar mil coisas na cabeça, mesmo sabendo que isso não é saudável. Minhas maiores inspirações e insights acontecem justamente nessas condições. Diz a lenda que a diferença entre o remédio e o veneno está na dose, e o mesmo pode ser dito sob a quantidade de estímulos e tarefas que eu me disponho a manejar ao mesmo tempo. Infelizmente porém, eu sempre tendo para o lado do excesso. O resultado é claro, respiração curta, mente pulsante e poucas horas de sono. Consciente de tudo isso, e sabendo que eu não estou sozinho nesse barco, aqui vão algumas coisas que tenho usado com sucesso para me manter em cheque, e facilitar meu sono e minha vida. 1. Listas e calendários Tarefas do dia, da semana, objetivos do ano, etc. - são colocadas em listas e calendários que disparam emails e alertas do que está por vir. Uma vez que uma tarefa ou lembrete é criado, eu sinto que posso desocupar minha mente desse item e focar em outras coisas. Eu procuro criar, manter e rever essas listas ao acordar e se necessário ao longo do dia, mas não mais na cama. Se eu me pego pensando em uma tarefa na cama, eu a coloco em uma lista no meu celular e volto a dormir, evitando a todo custo ruminar pensamentos que quebrem minha paz.

2. "Cool down" antes de dormir A cama é pra dormir. Uma vez lá eu evito pensar em tarefas, treinos e trabalho porque uma vez que o carrossel de pensamentos começa, eu vou ter problemas e as adrenais vão ficar a todo vapor. Uma hora antes de dormir eu evito celular e TV, preferindo um livro e um bom banho quente. Muita comida ou bebida no estômago também me atrapalha em pegar no sono. 3. Evitar treinos fortes e aeróbicos no período da noite Longas corridas (mais de 15km), crossfit, HIT… pra mim esse tipo de atividade muito tarde dificulta o sono e me deixa frito na cama. A noite eu prefiro outras atividades como pesos e escalada. 4. 5h30am Desde 2019 eu comecei a acordar às 5h30 da manhã e isso mudou minha vida. Eventualmente escrevo sobre isso mas em termos de sono, quando o relógio bate 22h eu simplesmente capoto. Despertar cedo ajudou muito priorizar as coisas certas e cair rapidamente no sono quando deito na cama. 5. Meditação Essa é a parte que eu ainda preciso de mais disciplina. Existe mais do que evidência suficiente dos benefícios de se meditar. Nada complicado, apenas sentar e observar o corpo, a respiração e a mente se contorcerem por alguns minutos ao dia. A prática constante melhorou em muito minha capacidade de foco e controle dos pensamentos.

Como sempre, tudo é sempre um eterno trabalho em progresso...

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Vimeo

© 2020 Murilo Gimenes Lessa. All rights reserved.